Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
PUBLICIDADE

Inaugurado no RS o 1º Núcleo de Investigação e Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro

Publicado 7/11/2018 às 04:45
Crédito: Polícia Civil - Imprensa

Crédito: Polícia Civil – Imprensa

Sant’Ana do Livramento |  Na manhã da quarta-feira, 7 de novembro, a Polícia Civil inaugurou o 1º Núcleo de Investigação e Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro (NRLD) em Santana do Livramento. O órgão, que funcionará na sede da 12ª Delegacia de Polícia Regional do Interior (DPRI), faz parte do Sistema de Combate ao Crime de Lavagem de Dinheiro e Recuperação de Ativos (SCLDRA). O objetivo é qualificar o enfrentamento às organizações criminosas voltadas à prática de lavagem de dinheiro, sistematizando de forma eficiente a atuação em todo o Rio Grande do Sul.

Prestigiaram a solenidade o Chefe de Polícia, Delegado Emerson Wendt; o Cônsul-Geral do Brasil em Rivera, Rudá Serafin; o Delegado da Polícia Federal em Santana do Livramento, Leonei Almeida; o Comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) da Brigada Militar, Coronel José Nilo Corrêa Alves; o Diretor do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), Delegado Odival Soares; a Delegada Clarissa Lopes Castilhos, representando a Academia de Polícia (Acadepol); entre outras autoridades.

Conforme Wendt, o crime de lavagem de dinheiro é usualmente utilizado para ocultar e distanciar o patrimônio ilicitamente adquirido. “O enfraquecimento e a desejada extinção de organizações criminosas só serão alcançadas com a descapitalização desses grupos”, salientou o Chefe de Polícia.

Composição do SCLDRA
O Sistema de Combate ao Crime de Lavagem de Dinheiro e Recuperação de Ativos é composto pela Divisão de Inteligência Financeira, do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE); pela Delegacia de Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro, também do GIE; pela Delegacia de Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic); pela Delegacia de Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro, do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc); e pelos Núcleos de Investigação e Repressão ao Crime de Lavagem de Dinheiro (NRLD).

FONTE: Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul

PUBLICIDADE