Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
A Voz do Brasil
A Voz do Brasil
PUBLICIDADE

Dia do Trabalhador em Erechim será ao som da Ospa

Publicado 26/04/2019 às 02:09
Foto: Ospa/Divulgação

Foto: Ospa/Divulgação

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) está realizando a Série Interior 2019, e Erechim é o seu segundo destino. No Dia do Trabalhador, 1º de maio, às 19h30min, os músicos se apresentam ao ar livre na Praça da Bandeira. O evento marca o encerramento do Centenário da cidade, comemorado no dia 30 de abril. A entrada é franca.

Sob a batuta do maestro Evandro Matté, a orquestra interpreta obras de Verdi, Mozart e Strauss II. O programa também destaca a trilha do filme Piratas do Caribe e música latino-americana. Os solos são da soprano Raquel Fortes.

Os concertos da Série Interior 2019 tem patrocínio oficial da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e a parceria da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo de Erechim.

Em caso de chuva, o evento será transferido para Catedral São José (Av. Maurício Cardoso, 62).

Sobre o programa
O concerto tem início com a trilha de West Side Story, longa-metragem musical conhecido como Amor, Sublime Amor. A obra é do compositor norte-americano Leonard Bernstein (1918-1990), maestro, escritor e professor mundialmente conhecido por popularizar a música clássica. Em seguida, os músicos interpretam trechos de óperas de Giuseppe Verdi (1813-1901): a abertura de Nabucco e a ária Caro Nome da ópera Rigoletto. A segunda parte da apresentação destaca a obra Vozes da Primavera, do compositor Johann Strauss II (1825-1899).

Na sequência, duas peças de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) são revisitadas: a abertura da ópera Bodas de Fígaro e A Rainha da Noite, ária da ópera A Flauta Mágica. Esta última, conta com solos da soprano Raquel Fortes, que integrou o elenco da mesma ópera na montagem realizada pelo Opera Studio, do Theatro Municipal de São Paulo. A tradição latino-americana ganha relevo logo depois, com a obra ‘‘Mourão’’, de César Guerra-Peixe (1914-1993). A peça mais famosa do autor é inspirada na sonoridade das manifestações artísticas nordestinas e ganhou repercussão internacional.

Depois, o nacionalista Camargo Guarnieri (1907-1993), aliado do literato Mário Andrade, é rememorado com Danças Brasileiras. A obra é elaborada a partir de lembranças da infância e de músicas que celebravam a abolição da escravatura. Com arranjos de Arthur Barbosa, La Cumparsita, do uruguaio Gerardo Matos Rodríguez, também é executada. A peça é reconhecida como o tango mais famoso do mundo. E, para encerrar, a trilha de Piratas do Caribe’, do compositor alemão Klaus Badelt (1967-).

Ospa – Série Interior 2019 – Erechim
Dia 1º de maio, às 19h30min, na Praça da Bandeira
(Em caso de chuva, na Catedral São José (Av. Maurício Cardoso, 62)
Entrada Franca

PROGRAMA
Leonard Bernstein: West Side Story
Giuseppe Verdi: Abertura da ópera Nabucco
Giuseppe Verdi: Caro Nome da ópera Rigoletto
Johann Strauss: Vozes da Primavera
Wolfgang Amadeus Mozart: Abertura da Ópera As bodas de Fígaro
Wolfgang Amadeus Mozart: A rainha da noite da ópera A Flauta Mágica
César Guerra-Peixe: Mourão
Mozart Camargo Guarnieri: Danças Brasileiras
Gerardo Matos Rodríguez: La cumparsita
Klaus Badelt: Piratas do Caribe

Regente: Evandro Matté (Brasil)
Solista: Raquel Fortes (soprano, Brasil)

PUBLICIDADE