Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais
PUBLICIDADE

Aurora inaugura Unidade de Disseminação de Genes (UDG) em Chapecó

Publicado 18/04/2019 às 03:14
Presidente da Aurora, Mário Lanznaster, cortou a fita de inauguração da nova unidade | Fotos: Aurora/Imprensa

Presidente da Aurora, Mário Lanznaster, cortou a fita de inauguração da nova unidade   |   Foto: Aurora/Imprensa

A Cooperativa Central Aurora Alimentos acaba de inaugurar uma Unidade de Disseminação de Genes (UDG II), em Chapecó (SC). A iniciativa representou um investimento de R$ 17 milhões e, segundo a instituição, permitirá ampliar em 67% a produção de sêmen do complexo agroindustrial.

O diretor de Agropecuária Marcos Zordan destacou que a UDG II atende aos requisitos da legislação europeia de bem-estar animal. A boa alimentação é uma das prioridades, mediante controle da qualidade e potabilidade da água e o fornecimento de nutrição balanceada. Os reprodutores ficarão em instalações climatizadas, com pressão positiva e filtro de ar. Isso impede a entrada de agentes patogênicos e mantém a biosseguridade e o bem-estar dos animais.

As densidades na granja foram ajustadas de acordo com as condições ambientais, de manejo e comportamento dos animais. Os pavimentos e pisos foram construídos de forma a evitar ou minimizar lesões, com área útil mínima destinada a cada animal igual ou superior a 6 metros quadrados.

Os embarcadouros também foram projetados para minimizar lesões e estresse no manejo com os animais. Além de proporcionar o manejo seguro, facilita a movimentação para o embarque e desembarque, bem como o trabalho das pessoas envolvidas no processo. As baias têm grades vazadas nos fundos e nas laterais, o que permite o contato entre os indivíduos e respeita o comportamento social dos suínos.

O cuidado com a saúde do plantel é outro ponto central, assegurado pela presença de médico veterinário. “Queremos as melhores condições de bem-estar para os animais”, sublinha o diretor. Para isso, a equipe de profissionais será treinada e capacitada de acordo com as boas práticas de produção e bem-estar animal.

Estrutura física da UDG II

Na inauguração, todos os espaços foram conhecidos pela diretoria da Cooperativa | Foto: Aurora/Imprensa

Na inauguração, todos os espaços foram conhecidos pela diretoria da Cooperativa   |   Foto: Aurora/Imprensa

O complexo UDG II ocupa uma área de 272 hectares. A área total construída é de 4.266,09 m² e conta com:
– arco de desinfecção;
– três residências para moradores;
– prédio administrativo;
– laboratório;
– central de coleta e processamento de sêmen;
– área de quarentena;
– vestiário de quarentena;
– galpão de serviços;
– composteira;
– casa de maravalha;
– central de lixo;
– sala de painéis elétricos;
– geradores de energia;
– cabine de medição de energia;
– reservatórios de água;
– cisterna;
– lagoas de dejetos;
– lavanderia;
– área de lazer.

Recursos humanos
Uma equipe de 13 profissionais trabalhará na UDG II, com o suporte de um médico veterinário e responsável técnico. O acesso ao local será rigorosamente restrito com uso de arco de desinfecção, escritório para controle de entrada de pessoas, barreira sanitária (banho de funcionários e visitantes) e quarentena obrigatória.

 

PUBLICIDADE