Em ótima companhia em qualquer lugar
Rádio Difusão, a sua melhor escolha
Sintonize conosco e fique por dentro de tudo
Ouça os melhores lançamentos musicais

Polícia Civil prende quatro suspeitos de participar do roubo a banco em Faxinalzinho

Publicado 2/10/2019 às 05:23
Crédito: Polícia Civil RS

Crédito fotos: Polícia Civil RS

Na manhã desta quarta-feira, 2, a Polícia Civil, por meio das Delegacias de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Passo Fundo e Erechim, deflagrou a operação Impetus.  O objetivo é prender integrantes de associação criminosa responsável pelo roubo a banco ocorrido em Faxinalzinho (RS), no último 9 de setembro. Durante as ações, realizadas nas cidades de Erechim, Passo Fundo e Nonoai, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão e quatro pessoas foram presas.

No dia do crime, além de roubar o banco, os indivíduos, armados com fuzis, efetuaram diversos disparos de armas de fogo contra a agência bancária e também contra o Quartel da Brigada Militar. Ao saírem da instituição financeira, os criminosos ainda levaram reféns, liberando-os mais tarde em uma estrada vicinal na zona rural do Município.

Assim que as autoridades tomaram conhecimento do roubo, a Draco de Passo Fundo repassou para a de Erechim informações sobre alguns indivíduos que estavam sendo investigados e que poderiam estar envolvidos nos fatos. Tais dados foram transmitidos para a Brigada Militar que, por sua vez, no dia do crime, conseguiu prender um dos criminosos com todo o valor roubado do banco, as armas de fogo, roupas e outros objetos usados na ação.

De acordo com o delegado titular da Draco de Erechim, Gustavo Ceccon, o grupo criminoso dividiu as tarefas para possibilitar uma maior chance de êxito na prática do crime. “Alguns atuaram na linha de frente, invadindo e roubando a agência, enquanto outros participaram da logística, fornecendo o suporte necessário para garantir o sucesso da empreitada criminosa”, contou.

O delegado titular da Draco de Passo Fundo, Diogo Ferreira, revela que o grupo estava sendo investigado desde o mês de maio deste ano. E, em razão disso, a polícia conseguiu frustar pelo menos dois roubos contra estabelecimentos bancários que seriam praticados em pequenas cidades da região. “O grupo criminoso pode ainda estar envolvido em outros roubos a agências bancárias ocorridos no início deste ano. A associação criminosa é composta por indivíduos das cidades de Passo Fundo, Erechim e Nonoai, e cumpre mencionar que boa parte deles não possuía antecedentes policiais por roubos e que acabaram se unindo e pegando experiência com outros indivíduos que já praticavam roubos, que atualmente estão presos ou mortos”, explicou Ferreira.

Tamanho da operação
A operação contou com a participação de 42 policiais civis, dois delegados de polícia e 14 viaturas. Foram cumpridos até o momento nove mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão nas cidades de Erechim, Passo Fundo e Nonoai, todas as ordens expedidas pela Vara Judicial da Comarca de São Valentim (RS).

Após os procedimentos legais na delegacia de polícia, os presos foram encaminhados ao sistema prisional onde permanecerão à disposição da Justiça.

A investigação prossegue com o fim de apurar se existem outros indivíduos participantes do grupo criminoso.

 

 

 

 

PUBLICIDADE